domingo, 29 de agosto de 2010

Songs To Mourn (Canções Para o LUTO) - Vários Artistas

Canções para quecer o coração daqueles que perderam alguém querido melodias que emocionam e letras que falam da morte, da perda, da saudade, mas também da certeza de que as lembranças são belas e que esse adeus não é eterno. Uma magnífica seleção com grandes artistas e músicas inspirativas.



01. Mariah Carey and Boyz I Men - One Sweet Day
02. Sarah McLachlan - Angel
03 . Alicia Keys - Tell You Something (Nana's Song)
04. Jennifer Hudson - Jesus Promised Me A Home Over There
05. Natasha Bedingfield - Still Here
06. Mariah Carey - Bye bye (ft. Ahmir)
07. Didi Benami - Lullaby
08. Avalon - When The time comes
09. Matthew West - Save a Place for Me
10. Rascal Flatts - What Hurts The Most
11. Jimmy Eat World - Hear You Me
12. Elton John - Candle In The Wind
13. James Taylor - Fire And Rain
14. Coldplay - Prospekt's March
15. Regina Spektor - The Call
16. Mariah Carey -The wind
17. Melissa Greene - Where Joy And Sorrow Meet
18. Israel Kamakawiwo - Somewhere over the rainbow





Various Artists - Songs To Mourn (In Loving Memory) - Inspirational Songs

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Mariah Carey mostra simpatia e potência vocal em show Barretos.

Estive na festa de Barretos para o show da Mariah Carey e pude me certificar do quão desorganizados eles são. A festa podia funcionar para uma cidade do interior cujas principais atrações sempre foram artistas como Ivete, Ana Carolina ou duplas sertanejas aleatórias. Mas definitivamente não havia pessoal nem organização suficiente para um show de porte internacional.

Tirando as confusões iniciais para a entrada no estádio, posso apenas confirmar que o show foi incrível. A mídia se preocupa em falar no quanto a Mariah estava gorda (quem pôde conferir de perto percebeu que ela pode estar grávida!)  e não comentaram a maestria vocal e o carisma que ela levou para o palco.


O INÍCIO

Não só o público, mas também a Mariah teve muitos problemas para chegar ao local. O helicóptero que a produção prometeu enviar nunca chegou ao hotel e ela teve que se deslocar, de última hora, de carro. O pneu furou e a equipe se perdeu na estrada. Somando-se a confusão na entrada VIP, o show começou à 1h30 da manhã com uma queima de fogos.

Mas a espera e os problemas se dissiparam quando entramos na pista e a intro de Butterfly começou a tocar. As cortinas se abriram e milhares de borboletas foram projhetadas voando pelo estádio (luzes projetadas não só no palco, mas em todas as partes). Mariah apareceu cantando a intro de "Daydream" e foi nesse momento que notamos que a Mariah não está gorda... Ela realmente parece estar grávida. Pude comprovar que sua barriga está redondinha. Não é estômago alto.

Mas o que chamou mais a atenção foi a alegria da cantora. Ela estava feliz. Ao contrário de todos os shows dessa turnê, ela não parava um minuto no palco. Ela corria, brincava, andava de um lado pro outro e, principalmente, CANTAVA TUDO AO VIVO.

Ela estava falante. Desde o começo conversava sobre como foi difícil ela chegar ali (ela disse que haviam fãs no hotel e disseram que era a imprensa, por isso a fizeram sair pelos fundos, e ela queria se desculpar por não ter podido atende-los). Ela falou sobre o país, que as pessoas eram maravilhosas... e chegou um ponto em que ela disse "E agora eu tenho que parar de falar porque eu esqueço que não estou na América e nós nem falamos a mesma língua..."

Quando cantou o hit dos anos 90 "Always be my baby", ela encerrou a música colocando a mão sobre a barriga, dando mais suporte às teorias de que ela está grávida.


HUMILDADE NO TRATAMENTO DAS GAFES 

No início de Dreamlover ela tava conversando com o púbico quando surge o som de seu agudo... ela vira pra trás e faz um sinal com os braços como dizendo "quem amndou soltar minha voz pré-gravada?" Daí ela começa a gargalhar e começa a cantar a música. Dava para perceber que ela fazia sinal para que não soltassem "playback" pois ela queria cantar o show inteiro.

Quando o instrumental deu a deixa para ela começar a letra da música "Dreamlover", ela simplismente começa a letra de "Always be my baby". Assim que ela nota que errou a música, continua cantando: "Como pude esquecer a letra da minha prórpia música". Foi hilário! ela perdeu quase toda a primeira estrofe da música rindo e improvisando "Isso nunca aconteceu comigo antes!". Porém, ela continua cantando e leva a música de maneira maestral. Sua voz estava pura e potente.

Esse foi um exemplo da alegria e intimidade que rolava do palco para o público e vice-versa. Mariah cantou tudo ao vivo. Todos os agudos foram REAIS. Quem estava ali perto do palco conseguiu ouvir a voz potente  da cantora e ver suas veias saltando a cada nota alta. Nunca vi a Mariah cantar tão bem num show desde a turnê Music Box.

CARINHO COM OS FÃS

No meio do show ela falou que gostaria de homenagear os brasileiros de alguma forma. Por isso pediu para que pedíssemos músicas, e ela se surpreendeu com a quantidade de gente pedindo "I still believe". Ela não cantava essa música a mais de 10 anos, mas a cantou especialmente para o público brasileiro. E foi tudo ao vivo... Podia ouvir a voz dela fora do microfone... ERA TUDO REAL!

E logo em sequência, o back e os dançarinos botaram chapéu de cowboy e cantaram "Obsessed". O back Trey ainda fez uma coreografia como se estivesse usando um laço de rodeio. Durante todo o show não só a Mariah, mas o todo o back e os dançarinos interagiram com o público.

Em certo momento do show ela ficou lendo as plaquinhas e os cartazes. Ela leu uma pequenininha dizendo "Você não sabe que eu existo, mas eu te amo". Então ela caminhou para a beira do palco e olhou para a menina, "Como assim eu não sei que você existe? Você tá na minha frente! E você é linda!!!" Mandou um beijinho e piscou... e o público foi abaixo!

Muito carisma e alegria fluindo durante todo o show. Ela se surpreendia em como o estádio cantava TODAS AS MÚSICAS! Todo mundo sabia todas as letras. Em outro momento ela disse "Eu queria poder tirar uma foto de vocês daqui para que vocês se vissem... vocês estão lindos!" Ela estava muito feliz! E isso contagiou a todos!

HOMENAGEM A MICHAEL JACKSON

A homenagem ao Michael Jackson também foi de arrepiar. Mariah foi para a beirinha do palco com o Trey (seu back-vocal) e os dois cantaram "I'll Be There" com imagens de núvens por todo o palco. A Mariah mostrou que ainda pode cantar a música tanto quanto em 1993, quando a gravou.Os vocias foram impecáveis.

Em seguida, Mariah saiu para trocar de roupa e o Trey ficou para performar "Rock With You", reproduzindo passos coreográficos que foram eternizados pelo Michael Jackson. Coreografias excelentes, efeitos hipnotizantes e vocais muito bons!

O FIM

A cantora voltou ao palco para interpretar uma canção que ela comentou que talvez não fosse conhecida por aqui: "We belong together". O hit foi record mundial e com certeza era conhecido por todos, que cantaram formando um grande coral. Nessa música principalmente percebemos o quanto a voz dela estava boa. Arranjos que ela nunca havia feito antes e agudos mais prolongados que o normal.

Mas a parte mais emocionante viria a seguir: HERO. Eu pensei que já estivesse saturado dessa música, mas ao vivo foi EMOCIONANTE! O público encheu balões brancos e colocaram para o alto. Ela viu que queriam interagir e começou a se emocionar... quando no fim jogamos os balões para o alto os que estavam perto do palco perceberam que ela estava lacrimejando, emocionada. Ela disse somente "Obrigado Brasil! Obrigado por tudo" e saiu... uma saída que todos sabiam que era falsa pois ela ainda voltaria cantar "I Want To Know What Love Is". A música que a trouxe para o Brasil.

Por fim, quando ela voltou, com outro vestido, ela falou "Isso é por vocês fazerem dessa música #1 no Brasil por 27 semanas. Isso tudo eu devo a vocês." Ela disse algo do tipo "essa música é um símbolo do nosso amor... eu amo vocês". Como ela voltou usando um vestidinho branco sob uma capa preta, nessa hora dava pra ver mais claramente a barrighinha bem redondinha... claramente uma barriga de grávida (por volta de 4 meses). Mas ela em nenhum momento confirmou.

No fim da música, ela soltou simplismente os melhores agudos que ela já produziu nos últimos anos! Foi a melhor performance dessa música até hoje. Ela prolongu o whistle (nota alta que somente ela consegue produzir). Arrepiava a todos próximo ao palco perceber que o agudo era ao vivo, dava para todos nós ouvirmos/vermos comprovando isso.

Enfim, desse show só nos cabe falar da excelência vocal da Mariah e do carisma não só dela, mas de toda a sua equipe. O show da Mariah não foi apenas de performances dela. Foi o show de uma equipe... O Trey dançou e cantou MUITO! O back vocal também cantou muito. Levaram "Make it Happen" sozinhos enquanto a Mariah trocava de roupa. O Trey apresentou a banda que improvisou em ritmo de tango/salsa. Os dançarinos por vezes fizeram malabarismos impressionantes. Quando a Mariah entrava, ela dava ao bolo um sabor impecável. O nível musical do show foi elevadíssimo. O grupo era muito sincronizado e talentoso. Um show musical como nunca vi na minha vida. Um momento que ficará marcado pra sempre.

Setlist do show:

Um elevador ergue a Mariah no palco:

1. BUTTERFLY INTRO/DAYDREAM INTERLUDE
2. SHAKE IT OFF
3. TOUCH MY BODY
4. MY ALL + TANGO REMIX

(bailarinos dançam / troca de roupa)

5. ALWAYS BE MY BABY
6. IT'S LIKE THAT
7. I STILL BELIEVE

(bailarinos dançam e back canta / troca de roupa)

8. MAKE IT HAPPEN
9. LOVE HANGOVER / HEARTBREAKER
10. DREAMLOVER
11. I'LL BE THERE

(troca de roupa)

12. ROCK WITH YOU (Trey)
13. OBSESSED
14. WE BELONG TOGETHER
15. HERO

(saída do palco)

16. I WANT TO KNOW WHAT LOVE IS



 Alguns Vídeos:




















domingo, 15 de agosto de 2010

O fenômeno das REDES SOCIAIS

  “Deixe um scrap no meu Orkut”, ”Me adiciona no facebook” ou “Siga meu twitter!”. Essas sentenças ainda são estranhas para muitas pessoas, mas não para 74% dos usuários de internet no Brasil. De acordo com o instituto Ibope Nielsen Online, concluída em fevereiro deste ano, 26,9 milhões de brasileiros possuem perfis em ao menos uma rede social. Um fenômeno que chegou silenciosamente e já transformou a dinâmica dos relacionamentos interpessoais e, inclusive, dos negócios. 
   O uso de redes de conexões é antigo e remonta os primórdios da história da humanidade, já que as redes de relacionamento de grupos específicos existem a milhares de anos. O interessante é que somente agora com inserção das ferramentas digitais é que esse tema tem ganhado destaque. Uma definição simples de rede é dada por Emirbayer & Goodwin (1994): "conjunto de relações ou ligações sociais entre um conjunto de atores (e também os atores ligados entre si)". Chamamos atores ou elos às pessoas que se comunicam em uma dada rede. 
   No atual ambiente social, que cresce e se desenvolve em torno das diversas mudanças tecnológicas, a internet surge como um impulsionador para a construção de relacionamentos entre as pessoas. Essas mudanças são vivenciadas a cada momento e constantemente adaptadas a novos formatos e propósitos. Vivemos numa sociedade que constrói suas relações em rede, e cujas interações constroem valores e imagens. Esse processo não é diferente quando falamos de redes sociais na internet.
   Dentre diversas redes sociais, o Orkut é, a mais de cinco anos, o endereço mais frequentado entre os brasileiros. Criado por Orkut Buyukokkten, ex-aluno da Universidade de Stantford e lançado pelo Google em janeiro de 2004, o site é uma espécie de conjunto de perfis de pessoas e suas comunidades. O “software social" permite que seus usuários cadastrem-se, coloquem fotos e preferências pessoais, listem amigos e formem comunidades. O Facebook, mundialmente mais popular, possui estrutura seme-lhante, porém, possui uma visão ainda mais comercial. Seus usuários podem criar páginas internas para divulgação de sua marca e/ou serviços. 
   A mais nova e emergente rede social é o twitter.  O microblogging permite ao usuário postar mensagens com até 140 caracteres que são visualizadas por aqueles que o seguem. A informação curta e objetiva se espalha de maneira instantânea, e pode ser transmitida de usuário para usuário. O tema “twitter”, hoje, é muito convidativo e tem atraído à atenção de muitas pessoas e até mesmo empresas. Muitas delas já descobriram que esta rede pode ser utilizada como uma excelente ferramenta de marketing direto.
   Além de ser a rede mais popular no Brasil, o Orkut é também a rede que conta com a maior adesão (75%) das empresas que estão nas redes sociais, segundo levantamento divulgado em abril desse ano pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo), feita com 500 empresas paulistas. O Twitter aparece na segunda posição, com a participação de 36% dessas companhias, seguido pelo Facebook (26%) e pelo YouTube (11%).
   Basta navegar um pouco pelas páginas do twitter para perceber que milhares de empresas o utilizam para divulgar notícias ou realizar campanhas de forma mais direta, como promoções e prêmios. A presença das corporações nas redes sociais geram comentários e discussões sobre as ações empresariais.
   Os serviços que a principio foram desenvolvidos como forma de entretenimento, assumem hoje vários outros atributos. Para as empresas, gerar um conteúdo para um público cada vez mais sedento por informação é a melhor maneira de atribuir valor à sua imagem dentro das redes sociais. Tudo que as marcas procuram em um primeiro momento pode ser conquistado através de sua atividade nas redes: construir uma imagem perante os consumidores, se tornar amigáveis e conseguir estabelecer laços. 
      E as pesquisas comprovam o sucesso desse investimento das empresas nas redes de relacionamento. Segundo uma pesquisa da Bullet, 70% dos brasileiros pesquisados responderam que seguem ou que já seguiram, em algum momento, um perfil empresarial no twitter. Os dados da pesquisa mostram também que, 53,6% acham interessante o uso do twitter como ferramenta publicitária e, 51% tem o desejo de participar de uma ação promocional no twitter. 
   Segundo o jornalista Wilson da Costa Bueno, Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UMESP, “O mercado está passando por um processo de renovação, e as organizações que desejarem permanecer precisam ser rápidas na implementação de novos procedimentos, no domínio de novas linguagens e tecnologias e na maneira de se relacionar com os seus públicos de interesse”.


Texto de LEANDRO DOMINGOS publicado na edição de Agosto do NITSNews.
Edição Online: http://www.nitsustentabilidade.org/

sábado, 7 de agosto de 2010

CINEMA: "A Origem" e "Toy Story 3"

Depois de uma greve de 15 dias de cinema (o que é um martírio pra mim) o rertorno fez o jejum valer a pena. Essa semana assisti duas verdadeiras obras primas. Seguem minhas breves considerações sobre cada uma delas:

A ORIGEM (Inception)

Um dos filmes mais originais que já vi. Logo no começo, achei que estava adivinhando a história e poderia prever o final, mas tudo mudava a cada cena. O roteiro era imprevisível e a linha narrativa dinâmica, ousada e sagaz me envolvia e me fazia questionar tudo até o último minuto do filme. O roteiro é inteligente e recheado de momentos tensos.

Mas o interessante é que o diretor Nolan,  apesar de apresentar conceitos complexos, faz com que eles sejam explicados de maneira quase-didática ao longo da projeção. Mas temo que a criação de um mundo de sonhos tão complicados pode afastar o grande público das salas de cinema. 
Não adianta eu tentar expressar o quão interessante ele é para quem não passou a experiência de assisti-lo. Minha vontade é sair caçando fóruns para debater várias cenas e, principalmente o final. É um daqueles filmes que só surgem de dez em dez anos e acabam entrando para a história do cinema.

Um dos posntos mais interessantes é como ele provoca o raciocínio e explora questões fundamentais da existência humana. E o final é espetacular. Certamente, "A Origem" é o filme do ano! 



TOY STORY 3

É um filme agridoce. Talvez até exageradamente sinistro para as crianças. Mas inegávelmente é um dos melhores roteiros e produções que a Pixar já criou. A história é extremamente tocante e os personagens parecem inncrivelmente reais, tanto visualmente quanto por suas personalidades e atitudes.

Nunca gostei dos filmes "Toy Story" e talvez isso tenha contribuído para ter me surpreendido tanto. A história é emocionante e recheada de momentos nostálgicos. Impossível não lembrar da infância e de como crescer e se tornar um adulto é difícil e doloroso ao ver um filme como esse.

Recomendável para TODOS os adultos e não para qualquer criança. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...